Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Os símbolos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) deixam Santa Catarina depois de celebração de envio em São Lourenço do Oeste, na Diocese de Chapecó, hoje, 31 de janeiro. Dom Manoel João Francisco presidiu a celebração que contou com a presença de padres do Paraná, próximo destino da Cruz Peregrina e do Ícone de Nossa Senhora.

Na homilia, o bispo pediu que os jovens se comprometessem com a mensagem da Cruz Peregrina da JMJ e construíssem a civilização do amor.

– O jovem é capaz de fazer uma revolução pacífica, transformando a violência e paz – analisou.

Dom Manoel também afirmou que a entrega da Cruz Peregrina para que os jovens a levassem ao redor do mundo faz parte da missão de anunciar o amor infinito de Deus, que ama todas as pessoas.

Mais de 1,5 pessoas participaram da missa, depois de uma carreta com mais de 300 carros, segundo a organização local. Eles acompanharam o ato de transmissão de responsabilidade para a Diocese de União da Vitória, que faz divisa com o planalto norte de Santa Catarina. Dos três símbolos que percorreram SC, o ícone da Beata Albertina permanece no estado.