Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A primeira edição do jornal “O Diocesano”, começou a circular em março 2001 com doze páginas e tiragem de três mil exemplares. O veiculo substitiu um antigo informativo que circulava desde 1986. Dez anos depois, a centésima edição será comemorada pela diocese de chapecó.

Sem profissionais de comunicação e sem orçamento suficiente, as edições eram bimestrais e os funcionários do secretariado diocesano precisaram aprender a fazer jornal.

– Depois de algumas edições, buscamos orientação no departamento de jornalismo da Unochapecó, onde encontramos a jornalista Mary Spessato Bortolanza. Sua contribuição foi significativa para a melhoria do jornal como um todo e também para dar um caráter de oficialidade ao veículo – contou padre Clair José Lovera, responsável pelo jornal na época.

Antes de completar um ano, o veículo passou a ser chamado de “Jornal Diocesano” . Em 2006, as edições tornaram-se mensais. Mais páginas coloridas chegaram em 2010.

Padre Clair considera que o jornal, associados a outros meios de comunicação como site e redes sociais, é importante para a formação no âmbito da ação evangelizadora da Igreja.

– Além de disponibilizar e exercitar a produção de textos de reflexão com rosto popular, é também um meio formativo, sendo que a evangelização é um processo fundamental, em todos os meios – analisa.