Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Jornada Mundial da Juventude (JMJ) que vai acontecer em Madri, Espanha, entre os dias 16 e 21 de agosto, vai acolher cerca de 4 mil jovens portadores de deficiência de todo o mundo, segundo a Rádio Vaticano. Esses jovens poderão desfrutar do evento graças ao trabalho de 600 voluntários católicos que os seguirão continuamente.

A coordenação para a acolhida destes jovens e seus acompanhantes, estará sob a responsabilidade da União Nacional Italiana de Transporte de Enfermos a Lourdes e outros Santuários Internacionais (UNITALSI) que montou um cuidadoso plano de assistência.

Em declarações à Rádio Vaticano, o presidente da UNITALSI, Salvatore Pagliuca, explicou o trabalho que desenvolvem para integrar os jovens deficientes, e assinalou que estudaram vários percursos e acessos aos pontos de alimentação, de assistência médica e de repouso na Jornada de Madri.

Pagliuca disse ainda que estes jovens terão a assistência assegurada a todas as atividades e uma plena participação.