Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

As Irmãs do Instituto das Pequenas Missionárias de Maria Imaculada, que desde 1991 realizavam os cuidados com os padres e bispos que moravam na residência episcopal da Arquidiocese, deixaram sua função no dia 07 de novembro.

Irmã Lina Maria da Imaculada, 80 anos, Irmã Lourdes Barbosa Ribeiro, 74 anos, e Irmã Maria do Carmo Rodrigues, 55 anos, retornarão a sede da Congregação em para Taubaté (SP) .

Durante o almoço de despedida, elas agradeceram aos bispos, padres, diáconos e funcionários da Arquidiocese com quem conviveram nesses 20 anos.

– Sempre fomos amigos de todos e unidos, como uma verdadeira família. Sentiremos muitas saudades de todos”, disse Irmã Lourdes, que trabalhava na residência desde a vinda da congregação.

Padre Vitor Feller, o morador mais antigo da residência entre os padres e bispos, testemunhou a dedicação ao trabalho e a vida de oração das irmãs.

– Quando tinham qualquer momento livre entre as atividades, ficavam em oração na capela da clausura. Vocês foram um testemunho de Maria, pequena missionária, mas que fez maravilhas -, disse.

Antes delas o serviço era realizado pelas irmãs da Divina Providência.