Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Os Correios lançaram hoje, em Criciúma, o selo comemorativo alusivo à reabertura da Catedral Diocesana São José, marcada para 28 de abril.  São 10 mil unidades, inicialmente utilizadas pela paróquia São José.

O assessor de comunicação dos Correios em Santa Catarina, Genésio da Silva explicou o selo tem valor histórico.

– O selo é um momento histórico. Foi criado na Inglaterra, em 1840. Uma asa intercontinental e barata.

Antes disso, o pároco padre Antonio Júnior, ao abriu a cerimônia destacou “a grande surpresa que será para todos” a ampliação do prédio, que dobrou a sua capacidade para mais de 700 pessoas sentadas.

O assessor da Fundação Cultural de Criciúma, Carlos Ferreira, apresentou o histórico da igreja, através fotos antigas das obras realizadas desde 1917, quando foi inaugurada.

— Com arquitetura românica e nave em forma de cruz. A nova catedral ainda tem sua base nesta igreja —, relatou Ferreira.

A necessidade de ampliação surgiu em 1998, a Igreja Matriz São José foi elevada à condição de Catedral, na criação da diocese.