Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Apenas em Rio do Sul, foram registradas 20 mil pessoas afetadas, 900 pessoas estão em três abrigos e cerca de 4,6 mil imóveis foram atingidos (Foto: James Tavares / Defesa Civil)

A Iniciativa do Regional Sul 4 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e seu organismo de ação social, a Cáritas Brasileira Regional de Santa Catarina, visa arrecadar fundos para o atendimento emergencial das vítimas dos sinistros ocorridos neste mês de outubro, que atingiram Rio do Sul e região. De acordo com a Defesa Civil, cerca 30.300 pessoas atingidas e 2.959 estão desalojadas.

As doações em dinheiro podem ser feitas no Banco do Brasil, Agência 1453-2, Conta Corrente 39984-1, em nome da Caritas Brasileira Regional Santa Catariana CNPJ: 33.654.419/0012-79.

Em carta, divulgada ontem, 27, o Presidente do Regional Sul 4, dom João Francisco Salm, e o bispo referencial da Cáritas catarinense, dom Onécimo Alberton, sugerem que cada paróquia indique um local de coleta próprio para alimentos não perecíveis, material de limpeza, produtos de higiene pessoal e cobertores (edredom), entre outros. Em Rio do Sul, o centro de recebimento de donativos é o Colégio Dom Bosco, Rua São João,180, no Centro.

De acordo, com a carta, no “mês de outubro, Santa Catarina foi atingida por uma série de eventos climáticos como cheias, enxurradas, chuvas de granizo, tempestades, vendavais, deslizamentos de terras, entre outros e principalmente a Região do Alto e Médio Vale do Itajaí. São cerca de 100 municípios atingidos. Destes, 20 já decretaram situação de emergência”.