Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Para refletir o tema proposto pela Campanha da Fraternidade 2018, ‘Fraternidade e a superação da violência’, representantes das dez dioceses do estado de Santa Catarina estiveram reunidos entre os dias 27 e 29 de outubro, em Lages (SC), para o Seminário Regional da Campanha da Fraternidade. A metodologia do Seminário partiu da proposta do texto-base, ver-julgar-agir, e teve o intuito de dar visibilidade de como os vários tipos de violências precisam e podem ser superados.

O Seminário, que aconteceu no Centro de Formação Católica, contou com a assessoria do professor Célio Moraes de Florianópolis (SC), que trouxe uma visão geral da contextualização das discussões sobre as múltiplas formas de violência e a sua sistematização. Durante o evento também aconteceram três painéis temáticos que trouxeram o rosto dos violentados e as suas formas de superação. Os painéis marcaram o seminário por ter sido uma oportunidade de ouvir as vozes daqueles que sofrem vários tipos de violência. Assuntos como a violência no campo e na cidade, contra a juventude, a mulher, os negros, a população LGBTQI, os encarcerados, indígenas e pessoas em situação de rua, foram trabalhados nos painéis que serviram como proposta de discussão para os trabalhos de grupo que aconteceram durante o encontro.

Algumas propostas de ação em nível regional foram apresentadas pelos participantes, entre elas, que se dê continuidade à Audiência Pública, como aconteceu durante a Campanha da Fraternidade 2017, que trabalhou a temática dos biomas brasileiros. Dando continuidade ao processo de formação para a Campanha em 2018, em cada diocese do estado de Santa Catarina também acontecerá um repasse do que foi apresentado durante o Seminário Regional, levando em conta as realidades locais.

Veja as fotos dos melhores momentos do Seminário Regional da Campanha da Fraternidade 2018 nas redes sociais do Regional Sul 4 da CNBB.