Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Animar, articular, refletir e planejar – Foram com estes objetivos que lideranças da Igreja em Santa Catarina se reuniram nos dias 5 e 6 de março, em Joinville (SC), para a primeira reunião do Conselho de Pastoral do Regional Sul 4 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em 2020. Cerca de 80 pessoas, dentre bispos; coordenadores diocesanos de pastoral; ecônomos diocesanos e coordenadores diocesanos das pastorais, movimentos, serviços e organismos, participaram do evento realizado no Centro de Formação Monsenhor Sebastião Scarzello.

Na parte da manhã de ontem (05), o espaço foi de aprofundamento da temática proposta pela Campanha da Fraternidade 2020, evidenciando o compromisso do cuidado com a vida. Dois eixos foram elencados: a prevenção do suicídio e o acompanhamento de pessoas enfermas de Aids.

Rafael Salvador Regiani, de Cariacica (ES), baseado no texto-base da Campanha da Fraternidade 2020, levou os participantes do Conselho a pensarem o acompanhamento, enquanto Igreja, às pessoas enfermas de Aids. “A partir da realidade das pessoas que vivem com o HIV e os últimos dados em Santa Catarina, apresentamos a missão da Pastoral da Aids como um braço da Igreja que é um serviço de ajuda para essas pessoas na reinserção social para que tenham vida em plenitude a partir da sua auto percepção e aceitação”, relatou o assessor.

https://www.facebook.com/cnbbsul4/videos/197043301606588/

De acordo com padre Almir José ramos, da Arquidiocese de Florianópolis, é importantíssimo discutir as questões ligadas à prevenção de suicídio levando em conta o aumento do número de casos em Santa Catarina. “O suicídio é uma preocupação da Igreja. A discussão em torno desta problemática é necessária para que tenhamos elementos para ajudar estas pessoas que perderam o sentido da vida e a criação de medidas de prevenção e alternativas para atendê-las”, declarou.

https://www.facebook.com/cnbbsul4/videos/189472389016138/

Franklin Machado, assessor de Imprensa. Foto: Carla Oliveira/CNBB Sul 4.

Plano de atividades – Na parte da tarde do primeiro dia do encontro o espaço foi de planejamento. O assessor de imprensa do Regional, Franklin Machado, apresentou o formulário on-line de preenchimento do Plano de Atividades das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja em Santa Catarina. É a primeira vez que os planos de ações das pastorais, movimentos, serviços e organismos do Regional irão utilizar de ferramentas de preenchimentos de formulários do portal cnbbsul4.org.br para este tipo de atividade. As ações do plano serão baseadas nos encaminhamentos práticos das Diretrizes e terão vigência até o ano de 2023.

Também a Comissão Pastoral para a Juventude do Regional apresentou aos conselheiros os desafios da evangelização da juventude na atualidade e o desejo da criação de um projeto estadual de evangelização, envolvendo todas as expressões juvenis em Santa Catarina.

Padre Agenor Brighenti. Foto: Eduardo Schmitz.

Sínodo para a Amazônia – A manhã do segundo dia do evento foi dedicada ao estudo e partilha do relatório final do Sínodo Especial para a Amazônia e a Exortação Apostólica do Papa Francisco, “Querida a Amazônia”. Assessorou o momento o professor da Pontifícia Universidade Católica do Paraná e padre da Diocese de Tubarão, Agenor Brighenti. O padre, que foi um dos peritos do Sínodo realizado em outubro de 2019, apresentou os eixos principais dos dois documentos e fez a ligação da realidade catarinense com os indicativos dos textos.

“A Exortação não pode ser lida separada ou ignorando o relatório final do Sínodo. A partir do relatório o Papa escreveu na exortação alguns sonhos que precisamos trazer para a nossa realidade. O cuidado com a Casa Comum e o compromisso com uma conversão ecológica também deve ser vivenciada por cada uma de nossas comunidades e não apenas pela igreja na Amazônia”, declarou padre Agenor.

Próximos eventos do Regional – Neste ano de 2020, o Regional Sul 4 da CNBB celebra os 50 anos de sua instalação. Em julho, dia 13, na catedral de Florianópolis (SC), juntamente com a presidência da CNBB nacional, os secretários-executivos dos 18 regionais e representações de todas as dioceses catarinenses para uma celebração especial que marcará o ano jubilar. Já em agosto é a vez da 54ª Assembleia Regional de Pastoral, em Lages (SC). Setembro e outubro acontece a Visita Ad Limina Apostolorum, onde os bispos catarinenses se encontrarão com o Papa Francisco. Encerrando as atividades do ano, em novembro acontece a segunda reunião anual do Conselho Regional de Pastoral em 2020, na Diocese de Criciúma. Acompanhe outras informações e notícias da Igreja em Santa Catarina no portal cnbbsul4.org.br ou em nossas Redes Socias.