A 60ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) elegeu nesta quarta-feira, 26 de abril, o novo presidente da Comissão Episcopal para a Liturgia da CNBB. Dom Hernaldo Pinto Farias, bispo de Bonfim (BA), foi o escolhido para conduzir os assuntos de Liturgia no quadriênio (2023-2026).

Ele já atuou como consultor da Comissão, durante o processo de tradução da Terceira Edição do Missal Romano. “Por acreditar numa liturgia que nasceu do Concílio Vaticano II, eu aceito!” disse em resposta à pergunta “se aceita a missão”, feita pelo presidente da CNBB, dom Walmor Azevedo de Oliveira. 

Dom Hernaldo fala à 60ª AG CNBB | Victória Holzbach/CNBB Sul 3

 

Biografia e trajetória eclesial

Dom Hernaldo Pinto Farias nasceu em 24 de junho de 1964, em Vitória da Conquista (BA). Completou seus estudos em Filosofia nas Faculdades Associadas do Ipiranga e no Instituto Teológico São Paulo (ITESP), ambos em São Paulo. Obteve a Licenciatura em Teologia Dogmática com especialização em Liturgia na Pontifícia Faculdade Nossa Senhora da Assunção, em São Paulo. Em seguida, obteve a Licença e o Doutorado em Liturgia Sagrada no Pontifício Ateneo Sant’Anselmo, em Roma. 

Religioso da Congregação do Santíssimo Sacramento, fez sua profissão religiosa em 25 de janeiro de 1988. Em 18 de julho de 1992, recebeu a ordenação sacerdotal. Durante o seu ministério sacerdotal, foi vigário paroquial nas seguintes paróquias: Santa Ifigênia, em São Paulo (SP); São Benedito, em Fortaleza (CE), Catedral de Nossa Senhora da Boa Viagem, em Belo Horizonte (MG); Santuário da Adoração, em Sete Lagoas (MG); e Coração Eucarístico de Jesus, em Caratinga (MG). 

Na Congregação, ocupou os cargos de formador; ecônomo provincial; conselheiro provincial; superior provincial da Província de Nossa Senhora de Guadalupe, que compreende as comunidades Sacramentinas presentes no Brasil, Argentina e Chile; membro do Centro Eucarístico de Roma; e membro da Comissão de Finanças internacional da Congregação, com sede em Roma. 

No campo acadêmico, foi professor de liturgia em várias faculdades, institutos, seminários e centros de formação; professor dos cursos de formação litúrgica da Conferência dos Religiosos no Brasil (CRB) e em várias dioceses e paróquias do Brasil; coordenador do Centro Litúrgico Dom Clemente Isnard, em São Paulo. Também foi membro do Diretório da Associação dos Liturgistas no Brasil (ASLI) e consultor da Comissão Episcopal para a Liturgia da Conferência Episcopal do Brasil entre 2011 e 2013. 

Foi nomeado bispo para a diocese de Bonfim em 17 de julho de 2019. A ordenação foi em 15 de setembro, sendo ordenante principal o arcebispo de Belo Horizonte (MG), dom Walmor Oliveira de Azevedo. Dom Hernaldo tomou posse na diocese de Bonfim em 6 de outubro do mesmo ano.  No Regional Nordeste 3 da CNBB, é bispo referencial das Comunidades Eclesiais de Base (CEB’s) e da Pastoral da Criança.  

Sobre a Comissão para a Liturgia 

A Comissão Episcopal Pastoral para a Liturgia da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) tem por atribuição promover, fortalecer e acompanhar a vida litúrgica da Igreja no Brasil e o seu processo de renovação e inculturação, à luz do Concílio Vaticano II. É ela a responsável por incentivar a formação e a organização da pastoral litúrgica nas dioceses através dos regionais da entidade, bem como a elaborar subsídios para a animação da vida litúrgica, referentes à pastoral, à música e ao espaço litúrgico.