Entre as crianças brasileiras que se encontraram com o Papa Francisco na 1ª Jornada Mundial das Crianças que se realizou em Roma, dias 25 e 26, esteve o Rodrigo Oliveira Gomes Franca Carvalho, de 6 anos, acompanhado de sua mãe, Aliane Maria Oliveira de Jesus Carvalho.

Ambos fazem parte do Centro de Convivência e Fortalecimento de Vínculos “Correndo Atrás de Um Sonho”, mantido pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). A participação deles foi organizada pela Comissão para a Cultura e a Educação da Conferência.

Além da participação em Roma, a Comissão para a Cultura e a Educação da CNBB  incentivou as dioceses do Brasil a fazerem nos dias 25 e 26 de maio eventos em seus territórios em comunhão com o Papa Francisco para as inúmeras crianças que não puderam ir.

O padre Luciano da Silva Roberto, assessor do Setor Cultura da Comissão para a Cultura e Educação da CNBB, espera que essa iniciativa da primeira JMC ajude a compreender que, assim como Jesus trouxe as crianças para o meio e as valorizou, que a Igreja e a Sociedade valorize, proteja e promova cada vez mais as crianças.

“Que apontemos sempre a elas os caminhos dos valores e das virtudes que nos conduzem ao Céu. Que nossos governantes invistam em políticas publicas para fomentar os projetos sócio-culturais para o desenvolvimento integral de cada criança. Que as crianças que sofrem em situações de guerras, fome, violências e as demais realidades de vulnerabilidade sejam socorridas e protegidas”, disse.

A emoção da mãe pelas graças conquistadas

“Deus me mostrou que eu sempre devo permanecer neste caminho de fé e oração”, disse. | Foto: reprodução.

 

Aliane Maria Oliveira de Jesus Carvalho participa do projeto da CNBB na periferia de Brasília, em Brazlândia (DF). Ela, no relato abaixo, agradece à CNBB por ter proporcionado “essa maravilha” de participar da 1ª Jornada Mundial das Crianças, em Roma.

Eles chegaram a Roma na quinta-feira, 22 de maio, e conheceram o Vaticano. No sábado e domingo se dedicaram à participação nas atividades da jornada.

“Foi uma experiência única para a minha vida e também para vida do meu filho de ter esse privilégio de representar, junto a outras crianças, o Brasil na Jornada. Das 55 mil crianças no estádio, ele foi uma das crianças escolhidas para estar pertinho e ao lado do Papa, na tribuna de honra. Foi muito emocionante. Eu chorei muito. Passou um filme na minha cabeça”, confidenciou.

Ela conta que a vida do Rodrigo é marcada por uma história de superação e cura. “O Rodrigo era um bebe cardiopata, teve pneumonia; Com três anos e meio ele não andava, usou uma cadeira de roda por um curto período. E eu sempre entreguei ele a Deus e para Nossa Senhora Aparecida. Cada vez que a gente ia nas consultas, vinha uma resposta positiva e eu também percebia isto. E eu tenho certeza que Deus operou um milagre na vida dele. Hoje ele está bem e saudável. Esteve bem com o Papa e nos passeios. Foi providência de Deus, no meio de tantas crianças brasileiras escolheu ele para estar ali, Deus tem um propósito na vida dele”, disse.

Aliane, ao acompanhar seu filho, reafirmou também o propósito de Deus em sua vida. “Deus me mostrou que eu sempre devo permanecer neste caminho de fé, oração e mostrar para meus filhos que Deus existe e opera milagre. Temos um Deus que é protetor e que vai fazer de meu filho um grande homem nessa vida”, disse.

 

Papa às crianças

 

 

Neste sábado, 25 de março,  dentro da programação da I Jornada Mundial das Crianças (JMC), o Papa Francisco foi recebido por milhares delas no Estádio Olímpico de Roma. Cerca de cinquenta mil pessoas participaram do evento.

Suas palavras iniciais foram um convite para dar o “pontapé inicial” a um movimento de meninos e meninas que querem construir um mundo de paz, “onde sejamos todos irmãos, um mundo que tem futuro, porque queremos cuidar do ambiente que nos rodeia”, disse o Pontífice.

O Papa respondeu algumas perguntas feitas pelas crianças. Uma menina da Indonésia perguntou ao Papa: “Se o senhor pudesse fazer um milagre, qual escolheria?” Francisco respondeu:

“Se eu pudesse fazer um milagre, qual milagre eu faria? É fácil: que todas as crianças tenham o necessário para viver, comer, brincar, ir à escola. Este é o milagre que eu gostaria de fazer.”

O outro evento da Jornada Mundial das Crianças foi a missa na Praça São Pedro presidida pelo Papa Francisco no domingo, 26 de maio. Na foto de capa, o Rodrigo Oliveira Gomes Franca Carvalho aparece em pé do lado direito do Papa Francisco.