Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Dentro da programação do segundo dia de atividades do Seminário Regional da Campanha da Fraternidade 2018 do Regional Sul 4 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), os participantes do evento contam com painéis que mostram os rostos dos sujeitos violentados e experiências de superação da violência no estado de Santa Catarina e no Brasil. A proposta de trabalho parte da temática indicada pela Campanha da Fraternidade do próximo ano, ‘Fraternidade e a superação da Violência’.

O primeiro painel contou com a colaboração dos integrantes da Rede de Desenvolvimento Comunitário Casa de Gente (foto de capa) da cidade de Lages (SC), que apresentaram dados e estatísticas de violência contra mulheres e a população LGBT, assim como ações para a superação deste tipo de violência. Ainda hoje (28), outras temáticas serão trazidas em painéis como a violência na cidade e no campo, dos povos indígenas, das juventudes, da população em situação de rua, da população encarcerada e a população negra.

Texto-Base

Patricia e Edmilson, participantes do Seminário. Foto: Franklin Machado/Divulgação

Para colaborar nos trabalhos, cada participante do Seminário recebeu um exemplar do texto-base da Campanha da Fraternidade 2018. O texto, que contém os objetivos, hino, oração e a metodologia ver-julgar-agir da Campanha, pode ser adquirido no site das Edições CNBB.