Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O Fundo Nacional de Solidariedade (FNS) auxiliou, em 2021, o projeto “Apoio à residência coletiva dos egressos da rua” no município de Antônio Carlos/SC. A residência recebeu recursos arrecadados da Coleta Nacional da Solidariedade da Campanha da Fraternidade Ecumênica do ano de 2021.

O objetivo da residência é acolher pessoas em situação de rua dando a elas não apenas cama, coberta, comida, uma moradia provisória ou permanente, mas também um lar, uma família, uma perspectiva de vida melhor. A casa é compartilhada por homens e mulheres acima de 50 anos. Ela é mantida com recursos provenientes de doações, venda de produtos confeccionados pelos moradores da casa e prestações de serviços como: mão de obra em construções.

Desde seu início, a residência já recebeu mais de 400 pessoas. Atualmente 28 pessoas residem no local. Todos os que nela habitam devem colaborar nas atividades: horta, roça, artesanatos, coleta de recicláveis: papelão, pet, ferro velho, alumínio e outros. Conta, também, com alguns produtos que podem ser adquiridos: cadeira de madeira, artesanato em tecido, ovos, terra fertilizada em minhocários, verduras, pães e cucas.

Com os recursos do FNS foi possível equipar a casa com máquinas, como: amassadeira, forno, Freezer, liquidificador e outros, para a produção de pães e cucas para vendas e sustento da casa. Máquinas para o trabalho pesado como: roçadeiras, motosserra, cavadeira, foice, pistola para pinturas, além da construção de um espaço para fazer artesanatos e guardar os equipamentos.

Fundo Nacional de Solidariedade 2021

A residência coletiva dos egressos da rua é uma das iniciativas apoiadas com recursos da Campanha da Fraternidade em 2021 que favoreceu ações com focos específicos e seguiu um conjunto de regras, uma delas é o alinhamento a um dos três eixos de atuação, conforme estabelecido em edital próprio: auxílio a situações de insegurança alimentar, insumos para cuidados sanitários ligados à pandemia e captação para a geração de renda.

Saiba mais:
Fundo Nacional de Solidariedade (FNS) destinou mais de dois milhões de reais para projetos sociais em 2021 – CNBB

 

Por CNBB Sul 4