Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Morreu na noite desta sexta-feira, 13 de agosto, o bispo emérito da Diocese de Joaçaba, dom frei Osório Bebber, OFM Cap, em decorrência de complicações pós-operatórias (choque cardiogênico e insuficiência cardíaca). Dom Osório tinha 92 anos de idade, sendo 72 de vida religiosa, 66 de presbítero e 41 de episcopado. Seu corpo será velado na igreja Matriz de Flores da Cunha (RS), sua terra natal, onde, às 16h, será celebrada missa de corpo presente e, em seguida, será sepultado no cemitério da comunidade São Paulo.

Vida e Missão

Registrado com o nome de Claudino Bebber, filho de Antônio Bebber Filho e Catharina Trentin Bebber, dom Osório nasceu em 11 de junho de 1929. Ingressou no seminário em 1941 e recebeu o hábito capuchinho em 1948, adotando o nome religioso de Frei Osório, que manteve por toda a vida. Fez os votos religiosos em 1949 e em 1955 foi ordenado presbítero por dom Benedito Zorzi, em Flores da Cunha (RS).

Através das mãos de dom Cármine Rocco, em 1980, foi ordenado bispo e em 4 de agosto de 1981 iniciou seu ministério episcopal à frente da Diocese de Tubarão (SC). Em janeiro de 1992 dom Osório foi transferido para a Prelazia de Coxim, em Mato Grosso do Sul. Já em 1999 o bispo foi transferido para a Diocese de Joaçaba, permanecendo até o ano de 2003, quando o Papa João Paulo II aceitou seu pedido de renúncia. Atualmente dom Osório residia na Fraternidade de Nossa Senhora de Fátima, em Vacaria (RS).