Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Movimento Apostólico da Mãe Peregrina da Diocese de Criciúma recebe hoje, 18, a visita do “Símbolo do Pai”. A recepção aconteceu às 14h, em frente ao Santuário Diocesano Nossa Senhora de Caravaggio, em Nova Veneza (SC).

– Um ponto marcante na preparação ao grande Jubileu da Aliança de Amor, em 2014, é a peregrinação do Símbolo do Pai para o Santuário Original, por todos os países onde está radicado o Movimento de Schoenstatt -, salienta a coordenadora diocesana da Mãe Peregrina, Anísia Spillere.

Após a saudação do símbolo, trazido dentro de uma urna, da cidade de Santa Maria (RS) pela Assessora Estadual da Campanha da MP, Ir. Helena Dalmolin, junto ao casal da diocese, Maria e Eneval Spillere, aconteceu a Santa Missa, às 15h, com o bispo diocesano, dom Jacinto Inacio Flach.

O “Símbolo do Pai”, com seu formato triangular, representa o mistério da Santíssima Trindade (um só Deus em três pessoas: Pai, Filho e Espírito Santo) e em seu centro traz o olho, que simboliza a onipresença de Deus, à qual nada permanece oculto, como diz a escritura: “Os olhos do Senhor são infinitamente mais luminosos do que o sol, vêem todos os caminhos dos homens e penetram os lugares mais secretos. Antes de serem criadas, ele já conhecia todas as coisas.” (Eclesiástico 23,19).

A noite o símbolo chega à Arquidiocese de Florianópolis. Ele fica no Estado no até 24 de agosto, quando segue para Curitiba (PR) em sua viagem ao redor do mundo.

– Tenho a certeza de que todos os que tem o sentimento de confiança na Mãe Peregrina, se não puderem estar presentes, estarão espiritualmente, com o coração aberto, como se estivessem recebendo o próprio Pe. Kentenich. Agradecemos a Deus e à Maria por esta oportunidade de sermos um pouco mais missionários -, enfatiza Anísia.