Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Dom João Francisco Salm (esquerda), Presidente, dom Onécimo Alberton, Secretário e dom Jacinto Inacio Flach Vice-presidente. (Foto: Arquivo Pessoal/Dom Onécimo)

Dom João Francisco Salm, presidente do Regional Sul 4 da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) afirmou, logo após ser eleito, que espera contar com a união de todos para o regional “progredir no caminho”. Ele foi escolhido pelos bispos de Santa Catarina, em Aparecida, SP, na quinta-feira, 23.

Ouça a declaração:

— Eu penso que nenhum de nós sabe tudo. Pelo menos eu não sei. Sei muito pouco. Então, junto com os demais, todo mundo participando, trabalhando unidos nós podemos fazer o caminho —, ponderou dom Salm.

Também revelou que espera contar com os coordenadores de pastoral das dioceses e destacou que é “importante cultivar, entre nós bispos, a colegialidade”.

— A missão é grande, há muita coisa por ser feita — analisou, ao citar desafios presentes e futuros, como a aplicação das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil, aprovadas, na 53ª Assembleia Geral da CNBB, que encerra amanhã, 24, no Santuário de Aparecida.

O estudo 107 da CNBB sobre os leigos, que segue em estudo, exigirá “colaboração, participação e muito trabalho” de todos, apontou o Presidente. O Sínodo 2015, sobre a família e o ano da Misericórdia, em 2016, são também outras tarefas nas quais toda a Igreja está envolvida.

Com dom Salm, que é bispo de Tubarão, foi eleito dom Jacinto Inacio Flach, bispo de Criciúma, como Vice-presidente e dom Onécimo Alberton, bispo de Rio do Sul, como Secretário. O mandato da presidência vai até 2019.