Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Dom João Francisco Salm, bispo de Tubarão, pediu para as diocese e entidades ligadas ao Regional Sul 4 (Santa Catarina) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) participarem do evento global “24 horas para o Senhor”.

No pedido, feito durante a reunião do Conselho Regional de Pastoral (CRP), 05, em Rio do Oeste, dom Salm recordou que a ocasião pode ser um momento para “lembrar os cristãos mortos pelo Estado Islâmico (EI) e pedir que Deus conforte suas famílias”.

O bispo citou que o EI realiza execuções de cristãos na área ocupada e que visa eliminar a religião cristã. No final de fevereiro, eles sequestraram 220 cristãos assírios na Síria. Os sequestros servem para que obtenham recursos através dos resgates.

Em outubro de 2014, o EI declarou que os cristãos eram seus maiores inimigos. Na medida em que instala o Califado no Iraque e na Síria, executa as pessoas que se recusam a se converter ao islamismo sunita.

O arcebispo dom Wilson Tadeu Jönck , presidente do Conselho Regional Episcopal, ao qual o CRP é subsidiário, referendou a sugestão “em apoio a igreja que não apenas sofre, mas é perseguida”.

“24 horas para o Senhor” será uma a jornada de oração e confissão em 13 e 14 de março, que este ano terá como tema “Deus rico de misericórdia (Ef 2,4)”. A ação é promovida anualmente pelo Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização do Vaticano.