Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Bispo acrecita que cooperativismo é alternativa para pequenos agricultores (Foto: Divulgação)

“A falta de trabalho torna a vida do ser humano desprezível”. Com esta citação, o bispo da Diocese de Criciúma, Dom Jacinto Inacio Flach, deu início à sua palestra intitulada “União e Motivação para um Espírito Cooperativista na Agricultura Familiar”, na tarde desta quinta-feira, 11, durante a Feira Agroponte, voltada para agronegócios e agricultura Familiar, em Criciúma, SC.

Durante o evento, Dom Jacinto enfatizou os constantes pedidos da Igreja aos governantes pela valorização da pequena propriedade e da produção familiar e afirmou, com base em suas experiências de viagens a outros países, que o investimento em cooperativas deve construir um futuro positivo para o país.

Além disso, o bispo falou que é preciso investir em pequenas e médias iniciativas da agricultura familiar.

– As comunidades precisam de todo o nosso apoio. Muita coisa já melhorou nos últimos anos, hoje, por exemplo, os agricultores já têm acesso a implementos e outras coisas -, defendeu dom Jacinto.

Ele também disse que o cooperativismo como uma grande saída para os pequenos produtores. Sobre o sentimento de realização, versus as modernidades do cooperativismo, fez

um alerta quanto ao uso dos recursos existentes.

– De nada adianta aproveitar toda a ciência e toda a tecnologia, se não formos felizes. Devemos manter firmes a fé, a esperança e a paz.

O bispo encerrou a palestra com uma benção a todos os agricultores, bem como a suas propriedades e trabalhos.