Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Aconteceu no último sábado, 27 de agosto, em Araranguá, a terceira reunião do Movimento de Cursilho de Cristandade (MCC) e Grupo Executivo Diocesano de Criciúma (GED). Com a reunião, foi realizado o encontro que encerrou o estudo do método ver-julgar-agir, que aconteceu em três etapas, durante três anos.

O método propõe a analise da realidade a partir da ótica cristã e a realização de ações concretas na sociedade, com base nesta análse. Nascido na Bélgica nos anos 1950, tornou-se muito popular na América Latina, usado como base no planejamento pastoral e de organizações populares.

O encontro também abordou o relançamento do MCC na Igreja Católica, em conformidade com o Documento de Aparecida e as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil. Além disso, os participantes opinaram sobre a contribuição que o MCC pode oferecer à Ação Evangelizadora na Igreja.

Este encontro contou com a presença da Coordenação Diocesana do MCC, seu Assessor Eclesiástico, padre Angelo Galato e o Coordenador Regional do MCC, Murito Ternes e esposa, de Balneário Camboriú (SC).

Em âmbito regional o MCC prepara-se para o 20º Cursilho Masculino da Diocese de Criciúma, entre os dias 16 e 18 de setembro, na Fundação Shalon.