Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Dom José Negri enviou carta pastoral, ontem, 21, às paróquias da Diocese de Blumenau para um esforço para sensibilizar o “povo em relação à dor de tantos de nossos irmãos e irmãs que estão pagando as consequências de ações humanas irracionais e, ao mesmo tempo, pedir a Deus a instalação do dom da paz”.

Sua sugestão é de que sejam realizadas Santas Missas pela Paz, e que o tema seja incluído nas preces.

Leia o texto completo:

Caro irmão,

Nestes últimos tempos estamos assistindo à ocorrência de conflitos, violência e mortes no cenário mundial, e que se estão agravando no Oriente Médio; na Síria, por meio da tragédia que ocorreu na Ucrânia; no Iraque, onde os cristão são perseguidos, etc…

O Santo Padre tem manifestado, em diversos momentos, a sua preocupação e consternação em face de tanta violência, e convidado os cristãos a se unirem e rezarem pela PAZ, tão ameaçada.

A nossa Igreja diocesana não pode ficar indiferente diante desses problemas que provocam imenso sofrimento em milhares de irmãos e irmãs, atingidos pelo ódio e pela fome de guerra que já matou muitas crianças e pessoas que não tinham nada a ver com os conflitos.

Tornemo-nos intérpretes diante de Deus do clamor desses povos. Invoquemos o dom da PAZ e peçamos a Deus que transforme o coração de pedra dos responsáveis por essas mortes injustas em coração de carne, implorando-lhe a sua misericórdia para com eles, que um dia deverão prestar-Lhe conta por terem tirado a vida de tantos irmãos e irmãs.

Sugiro que em cada paróquia seja rezada uma S. Missa pela PAZ (pag. 909 do Missal Romano), e no momento das orações dos fieis das Missas, seja sempre acrescentada uma prece pela PAZ.

Outras iniciativas a respeito são deixadas à criatividade de cada paróquia. O importante é sensibilizar o nosso povo em relação à dor de tantos de nossos irmãos e irmãs que estão pagando as consequências de ações humanas irracionais e, ao mesmo tempo, pedir a Deus a instalação do dom da PAZ.

Agradeço-lhe por acolher este convite: sejamos unidos nesta luta para o bem.

Dom José Negri
Bispo de Blumenau