Mais de 2,5 mil fiéis celebram 15 anos da Diocese Criciúma

Santa Missa teve início às 17h30min, presidida pelo bispo diocesano, Dom Jacinto Inacio Flach

mais de 2,5 mil fiéis das 31 paróquias e santuário da Diocese de Criciúma se reuniram, na tarde chuvosa deste domingo, 25 de agosto, no Ginásio de Esportes de Caravaggio para celebrar os 15 anos de caminhada da Igreja diocesana.

Por volta de 13h30min, as primeiras caravanas começaram a chegar. A Concentração Diocesana das Comunidades teve início pouco antes das 15h, com a Banda Voz Amiga, que animou o povo apresentando, entre algumas canções, o Hino dos 15 anos Diocese.  Os padres Eloir Borges e Antônio Vander conduziram a animação, com momentos de resgate sobre a trajetória da Igreja.

O cantor Antônio Cardoso marcou sua apresentação com reflexões e cantos enfatizando o valor da família e da vocação. “Uma das coisas mais bonitas na nossa vida é quando a gente consegue viver a vocação em família, e uma das coisas mais bonitas em família é a gente se sentir responsável pelo outro”, afirmou. Cantando “Sempre mais Jovem”, Antônio Cardoso dedicou um momento especial à juventude, que subiu ao palco e balançou junto à multidão que tomava conta do ginásio. Entre outros temas, o sacerdócio também foi lembrado pelo artista, que chamou ao palco o coordenador diocesano de pastoral, padre Joel Sávio, e cantou “Uma Canção Sacerdotal”.

A Santa Missa teve início às 17h30min, presidida pelo bispo diocesano, Dom Jacinto Inacio Flach, que em sua saudação cumprimentou de modo especial os catequistas, que também celebraram neste domingo seu dia, junto à vocação dos leigos e leigas.

Em sua homilia, Dom Jacinto enfatizou a importância de ir ao encontro dos novos rostos sofridos da sociedade, recordando o Documento de Aparecida. “Quero lembrar que o Evangelho de hoje vai ao encontro daquilo que o Papa falou no Rio de Janeiro: ‘Que a porta não se feche e que nós sejamos conhecidos’. Que a porta não se feche para nenhum de nós, para nenhum dos filhos e filhas. Mas também que sejamos conhecidos de Deus. Conhecidos pelo amor e pela misericórdia. Aquilo que o Papa lembrou e é tão importante: oração, sacramentos, caridade e sermos missionários. E que nunca falte entre nós a misericórdia. Nós temos que contagiar pela nossa alegria, pela nossa disposição de sermos cristãos. E amarmos a todos, mesmo aqueles que não são da nossa caminhada. Eles também são filhos de Deus e tem sua maneira de seguir o Cristo. Mas os nossos, que foram batizados, tem direito a fazer parte de nossa Igreja. Uma Igreja mais missionária para os próximos 10 anos, quando vamos festejar o nosso Jubileu de Prata. Deus seja louvado por todas as graças e bênçãos!”, disse o bispo.

Dom Jacinto agradeceu por toda a caminhada realizada antes e durante os 15 anos, e passou à palavra ao Vigário Geral da Diocese, padre Wilson Buss, a quem estendeu sua gratidão e reconhecimento pela dedicação à Igreja diocesana, como um dos responsáveis por conduzir e estruturar, física e pastoralmente a Diocese. o vigário iniciou sua fala recordando a vocação dos leigos e leigas e a preparação desde a notícia da criação da Diocese até sua instalação, que contou com a peregrinação, em todas as paróquias, da imagem do padroeiro. “Hoje me traz a lembrança da imagem de São José: um homem silencioso, não de muitas palavras, mas que no seu silêncio, no seu sim, acolheu Jesus. Gostaria de trazer presente neste dia, nesta história dos 15 anos, a presença e o sim de tantas crianças, de tantos jovens, de tantos homens e mulheres, de forma anônima, mas que em suas comunidades, cada umas das 541 comunidades são catequistas, agentes de pastoral, liturgistas, ministros, enfim, exercem lá sua missão. E por isso a Igreja é viva, pela participação de cada um. Junto com seus padres, junto com as religiosas, nós formamos este povo de Deus. Parabéns a cada um dos leigos e leigas que, de modo especial neste dia, com seus catequistas, deram um sim, estão dando sim e Cristo conta com cada um. Obrigado e que Deus seja louvado. Com alegria e coragem continuemos a seguir, porque Jesus Cristo nos prometeu: ‘Vocês não estarão sozinhos, eis que eu estarei com vocês todos os dias da vida de vocês’”.

Depois do vigário, Dom Jacinto agradeceu ao padre Joel Sávio por seu trabalho e dedicação na preparação do grande encontro e convidou a proferir algumas palavras. “Uma grande festa não pode ser pensada como um único e grande evento que reúne uma pequena parcela de toda a diocese, mas precisa reunir todas as pessoas. Nós como diocese, não somos apenas uma instituição. Somos 541 comunidades reunidas em volta de um único coração, reunidas através do coração de Cristo. Por isso a comemoração dos 15 anos não poderia ser apenas um dia, mas sim uma caminhada envolvendo desde as instâncias maiores de nossa diocese até as nossas comunidades e Grupos de Famílias”.

Padre Joel recordou a caminhada em comemoração ao aniversário da Igreja diocesana, realizada em diversas etapas no ano de 2013, com o lançamento do novo Plano Diocesano de Pastoral; o acendimento e a entrega de mais de 500 velas comemorativas às paróquias e comunidades nas missas do Crisma e Pentecostes; a celebração do povo com seus dois bispos, quando do aniversário de criação; e as celebrações realizadas em todas as comunidades no dia 15 de agosto, dia do aniversário de instalação. “Todos esses passos não poderiam terminar assim. Precisávamos de um momento em que nós, novamente reunidos como Diocese celebrássemos esta festa. E este dia estamos celebrando hoje. Iniciamos com uma atividade diocesana, fomos para as paróquias, das paróquias para as comunidades, das comunidades para as famílias, através dos Grupos de Famílias. E agora é a nossa vez de, individual e coletivamente, demonstrar a nossa fé. Cada um de nós traz no seu interior um jeito diferente de viver a fé, mas todos somos unidos pelo mesmo Cristo, pelo mesmo amor, pelo mesmo Deus”, disse.

A celebração foi encerrada com o lucernário, que iluminou o ginásio com as chamas de milhares de velas e pela oração do povo. Durante o encontro diocesano, os jovens mostraram suas iniciativas na Igreja através de ExpoJovem e as religiosas, através da ExpoVocacional, mostrando um pouco da vida das congregações e seus carismas.

CALENDÁRIO

SuMoTuWeThFrSa

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

 
 « ‹nov 2020› » 

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!

Share This