Diocese de Chapecó publica pela morte de militante do MST e da CPT

Para diocese, Egídio era uma "pessoa humilde, ousada e firme no projeto em defesa da vida e dos pequenos"

A Diocese Chapecó divulgou nota condolências pela morte de Egídio Brunetto, militante da Pastoral da Terra (CPT) e dirigente do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) que atuava no Mato Grosso do Sul. Sua morte aconteceu em um acidente na rodovia MS 164, na tarde desta segunda-feira (28/11).

De acordo com a diocese, Egídio era uma “pessoa humilde, ousada e firme no projeto em defesa da vida e dos pequenos”.

A nota diz ainda que o clero e o povo da diocese “querem nesta hora de dor transmitir os sentimentos de pesar a família Bruneto pela perda tão grande de um irmão que viveu na radicalidade a Boa Nova do Reino de Deus anunciada por Jesus”.

Egídio foi velado na terça-feira (29/11) em Campo Grande, na secretaria do MST. No fim da tarde, o corpo foi levado de avião para Chapecó. À noite, o velório aconteceu na Cooperunião, em Dionisio Cerqueira. O enterro aconteceu na manhã de ontem (30/11).

Leia a nota na íntegra:

Nota de condolências pela morte de Egídio Bruneto

Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim” (Jo 14,6). Todos os que seguem a Jesus não caminham para o fracasso. Ele nos convida a segui-lo nesta vida e quem o segue não será decepcionado, mas terá a plenitude da vida junto a Deus após a morte.

A ressurreição de Jesus Cristo é a certeza da ressurreição de todos aqueles que procuram viver o que Jesus nos ensinou. Egídio Bruneto agora está junto de Deus, pois permitiu que a semente do evangelho fosse plantada em seu coração e, essa produziu abundantes frutos.

A Diocese de Chapecó através de seu bispo, padres, religiosas/os, lideranças e todo o povo de Deus querem nesta hora de dor transmitir os sentimentos de pesar a família Bruneto pela perda tão grande de um irmão que viveu na radicalidade a Boa Nova do Reino de Deus anunciada por Jesus.

Ao Movimento dos Sem Terra nossa solidariedade e estima pelo legado que esse companheiro nos deixa tanto na vida de comunidade bem como militante da Pastoral da Terra. Pessoa humilde, ousada e firme no projeto em defesa da vida e dos pequenos.

Companheiros/as como dizia nosso saudoso Dom José Gomes “Toquem em frente. A luta continua”.

Com ternura,

 

Domingos Luiz Costa Curta

Coordenador Diocesano de Pastoral

 

CALENDÁRIO

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹dez 2020› » 

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!

Share This