Papa cita doutrina social da Igreja em audiência com administradores públicos italianos

Bento XVI afirmou que o administrador público deve se pautar pela ajuda "primorosa para os cidadãos, exercido com espírito de serviço"

Bento XVI afirmou, durante uma audiência com os governadores (prefeitos) italianos que “a função do poder civil é tão eminente e distinto, que é quase” sagrado “e, portanto, precisa ser exercido com grande dignidade e com um grande senso de responsabilidade”. O ministro italiano do Interior Roberto Maroni também participou do encontro.

O pontífice afirmou que a Igreja Católica deseja construir, junto com outros temas institucionais e as várias realidades territoriais, uma plataforma sólida de virtudes morais para a convivência das pessoas.

Ele recordou o que diz a doutrina social da Igreja sobre o trabalho da administração pública.

– [Ela não deve ser compreendida] como algo de impessoal e burocrático, mas como ma assistência atencioso para com os cidadãos, exercida em espírito de serviço – afirmou.

Bento XVI analisou que atualmente o trabalho dos governadores é mais complexo e difícil devido à incerteza econômica e social. Por isso pediu que não desanimassem diante das dificuldades e unam autoridade e profissionalismo.

– Com um senso de dever e prudência, sem nunca perder a verdade e coragem na defesa do bem supremo – acrescentou.

CALENDÁRIO

SuMoTuWeThFrSa

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

 
 « ‹nov 2020› » 

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!

Share This