Lideranças da RCC buscam fortalecimento em Congresso

O XIII Congresso Estadual da RCC faz parte de uma estratégia do movimento no Brasil de priorizar a formação de lideranças

O XIII Congresso Estadual da RCC aconteceu em Criciúma nos dias 19 e 20, com servos e líderes das dez dioceses de Santa Catarina. Com o tema “Por causa de tua Palavra, lançaremos redes”, as coordenações nacional e estadual do movimento deram ênfase na formação das lideranças.

O congresso faz parte de uma estratégia do movimento no Brasil de priorizar a formação de lideranças. Como este, será realizado um congresso em cada Estado com o mesmo tema e dinâmica. Marcos Volcan, da equipe nacional que veio ao Congresso, anteviu que o congresso traria bons resultados.

– Muitos sairão daqui nesse final de semana com desejo de pregar a Palavra de Deus, de seguir algum ministério dentro da Igreja -, disse Volcan.

Em sua pregação, Maria Beatriz Spier Vargas, secretária geral do Conselho Nacional da RCC, explicou sobre ações do conselho nacional do movimento que atualmente está construindo a sua nova sede nacional. Ela compartilha com a ideia da importância da formação.

– Retomemos a nossa identidade. O Senhor quer nos lembrar de Seu plano em nossa vida, é um plano em especial para cada um. O Senhor nos criou para um propósito grande e nos convoca a mudarmos. Ele olha para nós e vê aquele plano lindo de amor que Ele tem para nossa vida -, disse.

Experiências

Deus, com a sua palavra e suas bênçãos, é motivo que trouxeram participantes para o evento, como alguns declararam à Agência Sul 4 de Notícias. É o caso da empresária Carla Spillere Busarello, 19, de Criciúma. Ela contou que fora convidada a participar da RCC por uma amiga, mas aceitou somente depois de muita insistência porque não gostava de religião.

– A RCC faz um trabalho bonito de resgate de almas e de vidas. A RCC pega as pessoas e dá sentido e dignindade as suas vidas.

Ela também considera que o congresso é uma oportunidade para fortalecer a unidade dos carismáticos.

– A RCC pede a unidade, como os apóstolos viviam. No congresso vivemos essa comum-unidade -, explicou.

O contador Fernando Guidi, 21, filho de uma das fundadoras da RCC em Criciúma, avalia que o movimento é uma forma importante de trazer e manter muitos jovens na Igreja.

– Vir ao congresso é uma maneira de agradecer à Deus pelo o que Ele tem dado a mim e a minha família -, afirmou.

A secretária Renata Carvalho, 20, participou como voluntária e ajudou na acolhida dos visitantes. Ela considera fundamental a renovação que, do seu ponto de vista, a RCC trouxe para a Igreja.

– Eu estou aqui por que primeiramente eu amo a Deus e é um encontro promovido para evangelizar, para mostrar a palavra e passar os ensinamentos da palavra de Deus. Eu estou aqui para ajudar as pessoas, que vieram para se preencher ainda mais. Sinto-me feliz de estar servindo a Deus de uma forma voluntária e humilde -, contou.

CALENDÁRIO

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹dez 2020› » 

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!

Share This