Ícones históricos serão expostos na sede do Regional Sul 4 da CNBB, em Florianópolis (SC)

Sede do Regional Sul 4 da CNBB. Foto: Arquivo/CNBB Sul 4

Uma réplica da cruz da primeira missa celebrada no Brasil, uma réplica da imagem de Nossa Senhora Aparecida, uma réplica do Tríptico de Aparecida e a cadeira utilizada por São João Paulo II em visita a capital catarinense no ano de 1991, serão expostas de forma permanente na sede do secretariado do Regional Sul 4 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

As peças, que fazem parte do arquivo institucional do Regional Sul 4, serão exibidas em um espaço reservado na nova sala de reuniões do secretariado (imagem, tríptico e cadeira) e na nova capela (cruz), que serão inauguradas em breve. Conheça os dados históricos de cada peça e como chegaram ao estado de Santa Catarina:  

 

Réplica da Cruz da 1ª Missa Celebrada no Brasil

Réplica da Cruz da 1ª Missa no Brasil. Foto: Franklin Machado/ CNBB Sul 4

Entre as iniciativas que prepararam a celebração do grande Jubileu do ano 2000 e dos 500 anos do descobrimento do Brasil, a presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) ofereceu às comunidades de todo o país a peregrinação de réplicas da cruz da primeira missa em solo brasileiro, celebrada em Coroa Vermelha (BA) por frei Henrique de Coimbra. A cruz original, de ferro, pequena e despojada de ornamentos, encontra-se na catedral de Braga, em Portugal. Abençoadas em Roma pelo papa João Paulo II, as réplicas foram solenemente entregues aos presidentes dos Regionais da CNBB, 16 na época, com a presença de todo episcopado brasileiro, no término da Assembleia Geral da CNBB, em abril de 1999. Iniciou daí por diante a visita a todas as Dioceses do país, com grande participação popular, em um programa que continuou até o ano de 2001, como parte integrante das comemorações dos 500 anos de evangelização no Brasil. Uma réplica da imagem de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil acompanhou a réplica da cruz.

 

Réplica do Tríptico de Aparecida

Réplica do Tríptico de Aparecida. Foto: Franklin Machado/CNBB Sul 4

O ‘Triptico de Aparecida’ foi doado pelo Papa Bento XVI aos bispos presentes na V Conferência do Conselho Episcopal Latinoamericano (CELAM), no Santuário Nacional de Aparecida, no estado de São Paulo, no ano de 2007. Nele está contido a espiritualidade e o programa pastoral característico que propõe o lema da V Conferência: “Discípulos e missionários de Jesus Cristo, para que nossos povos Nele tenham vida. ‘Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida’ (Jo 14, 6)”. Esta obra de arte flui da tradição da arte cusquenha (pintura colonial peruana centrada na cidade de Cuzco). A Igreja latinoamericana e Caribenha considera como marco inicial de sua evangelização um ícone: a figura mestiça de Maria de Guadalupe, representada no manto de são Juan Diego. Bento XVI retomou essa tradição entregando aos bispos participantes do Encontro em Aparecida, este Tríptico evangelizador e devocional. Foram confeccionadas réplicas para todas as Arquidioceses do Brasil e Regionais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Réplica da Imagem de Nossa Senhora Aparecida

Réplica da Imagem de Nossa Senhora Aparecida. Foto: Franklin Machado/CNBB Sul 4

Entre as iniciativas que prepararam a celebração do grande Jubileu do ano 2000 e dos 500 anos do descobrimento do Brasil, a presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) ofereceu às comunidades de todo o país a peregrinação de réplicas da imagem de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. A imagem original, encontrada por três pescadores no ano de 1717, no rio Paraíba, encontra-se no Santuário Nacional de Aparecida, no estado de São Paulo. Abençoadas em Roma pelo papa João Paulo II, as réplicas foram solenemente entregues aos presidentes dos Regionais da CNBB, 16 na época, com a presença de todo episcopado brasileiro, no término da Assembleia Geral da CNBB, em abril de 1999. Iniciou daí por diante a visita a todas as Dioceses do país, com grande participação popular, em um programa que continuou até o ano de 2001, como parte integrante das comemorações dos 500 anos de evangelização no Brasil. Uma réplica da cruz da primeira missa celebrada em terras brasileiras acompanhou a réplica da imagem.

Cadeira utilizada por São João Paulo II em Florianópolis

Cadeira utilizada por São João Paulo II em Florianópolis. Foto: Franklin Machado/CNBB Sul 4

Esta cadeira foi utilizada por São João Paulo II em sua visita à Florianópolis, capital do estado de Santa Catarina, durante um Encontro Ecumênico realizado no Auditório do Colégio Catarinense no dia 18 de outubro de 1991. O Papa chegou à cidade no anoitecer do dia 17 de outubro e dormiu na Residência dos Jesuítas em Florianópolis. Na manhã seguinte, celebrou a missa de beatificação de Madre Paulina no aterro da Baía Sul no centro da cidade, almoçou no Palácio Episcopal e, à tarde, participou, além do Encontro Ecumênico no Colégio Catarinense, de um encontro com religiosas no Ginásio do Sesc.

Fotos de São João Paulo II utilizando a cadeira (Foto: Arquivo/CNBB Sul 4):

      

CALENDÁRIO

DomSegTerQuaQuiSexSab
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹out 2018› » 

FACEBOOK

Share This
Assine a nossa newsletter

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!